É TUDO MENTIRA!

por GABI MOTTA | 11 agosto 2010

Uma coisa que já acontecia antes, mas parece que tá ficando cada vez mais freqüente é as pessoas dizerem que quase tudo que rola na internetz é mentira. Não sei se é porque o negócio dos virais popularizou demais então tem muita gente aproveitando pra rir sozinha (ou melhor, rir da gente enquanto a gente não descobre que tal coisa é falsa) ou se é porque sempre foi assim e a gente que demorava mais pra se ligar, mas tá todo mundo mais cético. o.0

mentiras na web

Essa semana rolou uma série de fotos engraçadas com uma menina que supostamente as fez pra pedir demissão por meio de um email. As fotos tinham várias mensagens escritas num quadro branco com ela segurando e interpretando as emoções implícitas com qualidade digna de Oscar. Tem louco pra tudo nesse mundo, inclusive muitas vezes a vida real supera a ficção, mas quantas pessoas realmente acreditaram que isso era real? Acho que a maioria não ficou surpresa quando confirmaram que era tudo mentira…

menina-se-demitindo

Há outros casos recentes, tipo a pegadinha do Patrick, que uma galera falou que era falsa porque o avião começa a cair e a câmera nem se mexe, uma reação duvidosa pra quem tá em pânico, né? Teve também o bebezinho que dança axé melhor que a Carla Perez, que questionaram se não era montagem como as propagandas da Evian, o Dilmaboy, que ninguém sabia se era um vídeo espontâneo ou marketeiro e muitos outros (olha essa lista com os 15 maiores hoaxes de todos os tempos). Estes casos geraram uma desconfiança nos espertinhos (eu super caí na pegadinha do Patrick), mas não tiveram confirmação de serem hoaxes…

patrick-e-bebe

O caso do Cala Boca Galvão foi talvez um dos maiores exemplos de como um grupinho pode enganar milhões de pessoas e essa foi uma situação interessante, porque foi o Brasil inteiro rindo do resto do mundo, mas como foi que eles se sentiram? Às vezes, o fato de você se restringir a uma rodinha na web, que é o que geralmente acontece, permite que você caia nessas pegadinhas. O Ethan Zuckerman fala sobre isso quando ele comenta o Cala Boca Galvão, questionando se a internet realmente aproxima as pessoas como ela deveria. Quando a pegadinha vem então de uma pessoa só, ela tem ainda mais chances de funcionar (porque não tem ninguém pra dedurar), mas quem se diverte mais, a pessoa que sabe que a pegadinha é falsa ou a que não sabe?

zuck

A questão então é, a galere deixa de rir ou gostar de alguma coisa porque acha que é falsa? Ou isso só deixou tudo ainda mais descartável porque as coisas perdem totalmente a graça depois da confirmação de que são montagens? Como vocês se sentem em relação a esses videozinhos (talvez) falsos? As coisas perdem a graça? Incentiva a criatividade? Ou o que estraga é só quando as pessoas falam que é falso? Se vocês tivessem a opção de não descobrir que um videozinho é montagem, vocês prefeririam? Deixa aí nos comments sua opinião.


P.S. Óbvio que tô me referindo a assuntos mais ‘fun’, pessoal! Quando as mentiras/pegadinhas são sobre coisas mais sérias ou ofendem alguém, aí a coisa muda de figura, especialmente porque na internetz as coisas ganham muita força, né?

Quem escreveu:

GABI MOTTA / @itsgabbi

veja + posts do autor

Comentários: